OCA - Academic

Here you can find scientific productions (Undergraduate Thesis, Dissertations, Theses, and papers published in journals) carried out in the Amazon Coastal Zone.

Scientific Papers

BALTAZAR, L. R. S., MENEZES, M. O. B., ROLLNIC, M. 2011. Contributions to the understanding of physical oceanographic processes of the Marajó Bay – PA, North Brazil. Journal of Coastal Research: Special Issue No.  64, p. 1443 – 1447.

BORBA, T. A. C., ROLLNIC, M. 2016. Runoff quantification on Amazonian Estuary based on hydrodynamic model. Journal of Coastal Research: Special Issue 75, p. 43 – 47.

COSTA, M. S., ROLLNIC, M., PRESTES, Y. O., ROSÁRIO, R. P., BORBA, T. A. C. 2016. Runoff and sediment transport of Portel-Melgaço water system in an Amazonian Estuarine System. Journal of Coastal Research: Special Issue 75, p. 18 – 22.

COSTA, M. S., ROCHA, A. S., SANTOS, A. S., ROLLNIC, M. 2018. Influence of tide on salt entrapment in the River Mojuim Estuary.  Journal of Coastal Research, Special Issue No. 85, p. 81 – 86.

COSTA, M. S., ROLLNIC, M., SILVEIRA, O. F. M., MIRANDA, A. G. O., SANTOS, R. R. L. 2013. Morphological and sedimentological processes of an Amazon Estuary, Maguari River (Pará – Northern Brazil). Journal of Coastal Research: Special Issue No. 65, p. 1110 –1115.

GOMES, V. J., ASP, N. E., SIEGLE, E., MCLACHLAN, R. L., OGSTON, A. S., SILVA, A. M. M., NITTROUER, C. A., SOUZA, D. F. 2020. Connection between macrotidal estuaries along the southeastern Amazon coast and its role in coastal progradation. Estuarine, Coastal and Shelf Science, v. 240, 106794.

LOBO, F. C., PEIXOTO, H. J. C., BORBA, T. A., MONTEIRO, S. M., ROLLNIC, M. 2020. Multitemporal variability in a river-estuarine island. Journal of Coastal Research: Special Issue No. 95, p. 865–869.

MASCARENHAS, A. C. C., CORREA, A. W. R., CARNEIRO, A. C., COSTA, M. S., ROLLNIC, M., MEDEIROS, C. 2018. Seasonal exchanges of salt and suspended particulates between the Sol Bay and the Pará River, Amazonian Coast.  Journal of Coastal Research: Special Issue No. 85, p. 111 – 115.

MASCARENHAS, A. C. C., GOMES, G. S., LIMA, A. P. Y., SILVA, H. K. N., SANTANA, L. S., ROSÁRIO, R. P., ROLLNIC, M. 2016. Seasonal variations of the Amazon River Plume with focus on the Eastern Sector. Journal of Coastal Research: Special Issue No. 75 p. 532 – 536.

MENEZES, M. O. B., FREITAS, P. P., BALTAZAR, L. R. S., ROLLNIC, M., PINHEIRO, L. 2013. Estuarine processes in macro-tides of Amazon estuaries: A study of hydrodynamics and hydrometeorology in the Marajó Bay (Pará-Brazil). Journal of Coastal Research: Special Issue No. 65, p. 1176 – 1181.

NOVAES, G. O., MONTEIRO, S. M., ROLLNIC, M. 2020. Microplastics in the fluvio-estuarine beaches of Cotijuba Island, Pará River estuary (Brazil). Journal of Coastal Research: Special Issue No. 95, p. 780 – 784.

PEIXOTO, H. J. C., BAIA, L. P., PEREIRA, D. R., ROLLNIC, M., MONTEIRO, S. M. 2018. Sedimentological sectorization model in an Amazonian Estuary.  Journal of Coastal Research: Special Issue No. 85, p. 91–95.

PRESTES, Y. O., BORBA, T. A. C., SILVA, A. C., ROLLNIC, M. 2020. A discharge stationary model for the Pará-Amazon Estuarine system. Journal of Hydrology: Regional Studies, v. 28, p. 100668.

PRESTES, Y. O., SILVA, A. C., ROLLNIC, M., ROSÁRIO, R. P. 2017. The M2 and M4 tides in the Pará river estuary. Tropical Oceanography, v. 45, n. 1, p. 26 – 37.

ROLLNIC, M., COSTA, M. S., MEDEIROS, P. R. L., MONTEIRO, S. M. 2018. Tide influence on suspended matter in an Amazonian Estuary. Journal of Coastal Research: Special Issue No. 85, p. 121 – 125.

ROLLNIC, M., ROSÁRIO, R. P. 2013. Tide propagation in tidal courses of the Pará river estuary, Amazon Coast, Brazil. Journal of Coastal Research: Special Issue 65, p. 1581 – 1586.

ROSÁRIO, R. P., BORBA, T. A. C., SANTOS, A. S., ROLLNIC, M. 2016. Variability of salinity in Pará River Estuary: 2D analysis with flexible mesh model. Journal of Coastal Research: Special Issue No. 75, p. 128 – 132.

VALENTIM, M. M., MONTEIRO, S. M., ROLLNIC, M. 2018. The influence of seasonality on haline zones in an Amazonian Estuary. Journal of Coastal Research: Special Issue No. 85, p. 76 – 80.

Undergraduate Thesis

ALMEIDA, L. O. 2019. Modelagem computacional no movimento de partículas em suspensão no estuário do rio Pará.

ALVES, F. L. 2018. Estrutura e dinâmica da comunidade fitoplanctônica em um reservatório paraense.

ALVES, G. S. da S. 2018. Análise multitemporal da linha de costa da ilha de Algodoal/Maiandeua, município de Maracanã/PA.

AMORIM, J. P. M. 2017. Estudo observacional de parâmetros meteo-oceanográficos na costa paraense: subsídio ao estudo de blooms de Sargassum sp.

ARAGÃO, J. da S. 2019. Estudo do uso de energia renovável nas zonas costeiras por ondas, marés e ventos.

ARAÚJO, C. V. 2019. A ocorrência do golfinho-nariz-de-garrafa (Tursiops truncatus) na Plataforma Continental Amazônica.

ARAÚJO, C. V. 2017. Tempo de inundação da Ilha de Sirituba (Abaetetuba, PA).

BAIA, L. B. 2018. Análise multitemporal da variação da linha de costa em praias do município de Marapanim, nordeste do Pará.

BAIA, L. P. 2016. Setorização sedimentar do estuário do rio Mojuim, São Caetano de Odivelas/PA.

BALTAZAR, L. R. S. 2010. Contribuição ao entendimento dos processos oceanográficos físicos da baía do Marajó – PA em final de período seco.

BORBA, T. A. C. 2011. Morfodinâmica e hidrodinâmica de praias do litoral nordeste paraense, Brasil.

BRAGA, A. M. 2019. Frequência de empuxo na Plataforma Continental Amazônica rasa.

BRANCO, F. O. L. 2018. Composição aniônica e parâmetros físico-químicos de águas subterrâneas: subsídios à gestão ambiental do nordeste paraense.

BRASIL, J. R. 2018. O documentário “Homem e os recifes” como instrumento para o ensino-aprendizagem.

CAMPOS, R. C. B. 2017. Estudo geológico dos sedimentos do Talude Continental Superior do Pará-Maranhã.

CARMO, M. C. 2018. Avaliação de serviços ecossistêmicos e ambientais na RESEX matinha de Mocapajuba.

CARNEIRO, A. G. 2017. Transporte de sólidos em suspensão no estuário do rio Pará.

CHAGAS JÚNIOR, J. O. R. 2012. Estudos das ondas geradas por embarcação no rio Guamá próximo a Belém-PA.

COIMBRA, M. V. R. 2018. Sedimentação recente do talude continental da bacia marítima do Pará-Maranhão.

CORRÊA, A. W. R. 2018. Conectividade estuarina amazônica: em estudo de caso entre os rios Mojuim e Mocajuba.

COSTA, L. T. D. 2018. Desenvolvimento e aplicação do IBI em riachos de uma ria fluvial na Amazônia Oriental.

COSTA, L. T. M. 2015. A questão ambiental na visão do camponês Ilheú no Assentamento Paulo Fonteles – Ilha de Mosqueiro, Belém-PA.

COSTA, M. S. 2010. Caracterização hidrodinâmica, morfológica e sedimentológica do furo do rio Maguari.

COUTO, R. L. 2018. Aspectos socioecômicos da produção e percepção ambiental dos catadores de Caranguejo-Uçá Ucides Cordatus (Linnaeus, 1763) da comunidade do Treme, Bragança-PA.

CUNHA, I. R. V. 2017. Permeabilidade da Praia do Caripi (Barcarena – PA) a eventuais derrames de derivados de hidrocarbonetos.

DAMASCENO, I. P. 2017. Análise das temporadas de furacões nos anos de 2015 a 2017 no Atlântico Norte: estudo de caso.

DIAS NETO, S. 2017. Estimativa de produção secundária de macrofauna de praia arenosa: em busca das melhores variáveis para uso de modelos empíricos.

FERREIRA, G. P. 2010. Circulação em canais de maré na Ilha de Marajó/PA.

FIGUEIREDO, C. M. S. 2018. Desenvolvimento sustentável: formação e atuação do oceanógrafo.

GOMES, J. E. P. 2018. Extensão da intrusão no estuário Mocajuba e sua influência dos parâmetros físico-químicos e qualidade de água.

LOBO, F. C. 2018. Influência hidrodinâmica no balanço sedimentar: estudo de caso das praias estuarinas na Ilha de Cotijuba.

LOBO, Q. H. P. 2017. Populações tradicionais da Amazônia: um estudo de caso na vila do Aê, em São Caetano de Odivelas – Pará.

MARINHO, Y. B. 2019. Caracterização dos cnidários pelágicos associados à pesca de arrasto de camarão na Plataforma Continental Amazônica.

MASCARENHAS, A. C. C. 2016. Variações sazonais na pluma do rio Amazonas com foco no setor leste.

MARTINS, L. A. 2019. Caracterização da sedimentação superficial do talude continental da Foz do Amazonas.

MEDEIROS, P. R. L. 2016. Transporte de material particulado em suspensão em um estuário dominado por maré: estuário do rio Mojuim, São Caetano de Odivelas-Pará.

MENDES, H. E. P. S. 2019. Avaliação da Biomassa e Produção secundária das apendiculárias (UROCHORDATA:APPENDICULARIA) na Plataforma Continental Amazônica.

MIRANDA, A. P. S. 2018. Diversidade e distribuição de equinodermos da Plataforma Continental Amazônica.

MIRANDA, I. M. 2012. Avaliação da vulnerabilidade ambiental compreendendo sub-bacias da orla da cidade de Belém (Pará).

MONTEIRO, G. S. A. Modelagem numérica na estimativa do impacto da Coroa do Quiriri na hidrodinâmica do rio Pará, Brasil.

MORAIS, L. M. S. 2017. Macroinvertebrados sésseis associados a arribações de espécies pelágicas de sargassum (phaeophyceae: fucales) na costa amazônica.

MOTA, F. C. 2013. Determinação hidrodinâmica e hidrológica em canais de maré da Ilha de Marajó-PA.

MÜLLER, P. C. 2018. Comunidade de hidromedusas em um gradiente costeiro-oceânico na Plataforma Amazônica.

NASCIMENTO, C. G. C. 2019. Avaliação do transporte transversal de sedimentos na praia estuarina de São Francisco – Ilha de Mosqueiro, Pará.

NASCIMENTO, I. B. A. 2010. Batimetria e aspectos morfodinâmicos de canais de maré da Costa Leste da Ilha do Marajó (Pará).

NEGRÃO, Y. S. 2018. Vulnerabilidade costeira e classificação da orla de praias de Marapanim, Nordeste Paraense.

NOBRE, A. C. L. 2014. Caracterização hídrica e sedimentar da sub-bacia de Melgaço – Pará.

NOVAES, G. O. 2018. Microplásticos em praias fluvio-estuarinas amazônicas.

OLIVEIRA, L. C. 2018. Avaliação preliminar da qualidade das águas subterrâneas de dois municípios paraenses: subsídios à gestão hídrica na Região Metropolitana de Belém.

OKAJIMA, L. M. L. 2019. Aplicação de Receptores Global Navigation Satellite System (GNSS) com correção diferencial para determinação da maré.

PEIXOTO, H. J. C. 2018. Variabilidade costeira em praias de uma ilha fluvio-estuarina amazônica.

PEREIRA, J. M. 2019. Clima de ondas em uma praia estuarina na Zona Costeira Amazônica.

PEREIRA, D. R. 2018. Limitações da setorização sedimentar do estuário Mocajuba.

PRAZERES, T. S. 2018. Sedimentação no talude continental da Foz do Amazonas: estudo descritivo.

RAMOS, C. C. 2017. Morfologia e sedimentação de praia estuarina Amazônica (Marahú – Ilha de Mosqueiro/PA).

RATZ, Í. T. B. 2017. Avaliação do transporte transversal de sedimentos na praia estuarina do Marahú – Ilha de Mosqueiro.

REIS, L. T. L. 2019. Assembleias fitoplanctônicas em uma praia estuarina amazônica (Chapéu Virado, Belém, PA): Variações nictemerais.

REIS, T. P. 2019. Efeito do tamanho da malha de redes de plâncton sobre os parâmetros ecológicos de rotíferos do gênero KERATELLA.

RENTE, A. F. S. 2019. Novo processo de ativação sódica empregado no reciclo de uma vermiculita de uso industrial.

RIBEIRO, I. R. 2017. Proteínas totais e clorofila-A no material particulado em suspensão de um igarapé amazônico.

SANTA ROSA, P. R. A. 2019. Avaliação dos serviços ecossistêmicos na Ilha de Cotijuba, Belém, Pará.

SANTIAGO, M. P. 2019. Campo de densidade na Plataforma Continental Amazônica.

SANTOS, A. C. C. 2017. Partilha de recursos entre espécies da ictiofauna de poças de marés da Zona Costeira Amazônica.

SANTOS, A. S. 2013. Propagação de maré na Baía do Marajó e seus principais tributários.

SANTOS, B. M. 2018. Eficiência de ecobarreiras em rio dominado por maré.

SANTOS, G. S. 2018. Distribuição espaço-temporal da macrofauna bentônica em uma praia de macromaré amazônica.

SILVA, A. M. P. 2017. Estudo dos parâmetros meteoceanográficos de um estuário amazônico.

SILVA, B. M. 2018. Eficiência de ecobarreiras em rio dominado por maré.

SILVA, D. A. L. 2017. Distribuição vertical de fósforo em sedimentos do Igarapé Tucunduba e rio Guamá.

SILVA, H. K. N. 2016. Transporte de material particulado em suspensão na foz do rio Amazonas.

SILVA, J. M. 2018. Terrenos e acrescidos de marinha: um estudo de caso do arqueoalagado do Piri, Belém-PA.

SILVA, L. F. 2018. Variações hidrológicas na margem equatorial em função da distância da costa e sazonalidade.

SILVA, R. C. 2017. Estudos de ondas geradas pelo vento: da foz do rio Amazonas ao delta de Parnaíba.

SIMI, B. 2019. Biomassa e produção secundária de Cladocera (crustácea: branchiopoda) no rio Curuá-una, Pará.

SIQUEIRA, A. S. 2018. Padrões de co-ocorrência entre pares de espécies da ictiofauna de uma ria fluvial afogada da Amazônia Oriental.

SOUSA, M. B. P. 2017. Morfodinâmica de uma praia estuarina: o caso de Beja (Abaetetuba-Pará).

SOUZA, D. S. 2018. Relação entre a produção primária epilítica e a estrutura populacional de Neritina zebra (Mollusca:Gastropoda) na Ilha de Mosqueiro, Belém-PA.

TAVARES, A. R. F. 2018. Exportação ou retenção? Estudo da densidade larval de caranguejos (Brachyura) na Plataforma Continental do Amazonas.

VALENTIM, M. M. 2017. Relação da salinidade e turbidez nos limites de um estuário amazônico.

VASCONCELOS, J. J. V. 2018. Sedimentação rasa do talude continental superior do Amazonas.

VILHENA, J. G. M. 2019. Caracterização e diversidade da macrofauna bentônica de praias amazônicas: Marudá e Sacaiteua, município de Marapanim, Pará.

Scroll to top
en_GB